E n v o l t u r a S

12 março 2011

RECARGA
Quero toalhas limpas
e que me sejam macios os lençóis
no chão,
quero almofadas
as cortinas,
quero-as com cheiro
e quando chegar o vento
para trazer-me presentes
enquanto de pés descalços
sentada
refaço alguns textos,
quero sossego
escrevo sobre roteiros
e eis que surge em minha frente
o personagem narrado
e esta terceira pessoa
que se acomoda entre mim e o texto
fica o tempo inteiro soprando
de fora, acontecimentos
e se sei de tudo plenamente
ou apenas abordo a superfície
por ora, levanto-me
para obter nova visão da narrativa
e no chão,
junto às almofadas
às folhas fingem-se leitos
para adormecerem
esta estranhice inventada

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home