E n v o l t u r a S

24 setembro 2012

DOBRADIÇA

Entre clássico e moderno
jovem e secular
entre razão e paixão
o agir e o pensar

entre o dia e a noite
o céu e o inferno
entre a mãe e a mulher
entre verão e inverno

entre um e outro
calar ou cantar
entre dito e o não dito
entre dormir e acordar

entre certo e errado
o querer e o poder
entre presente e passado
entre suspirar ou morrer

entre fantasia e real
imaginar e sonhar
entre normal e estranho
entre a dúvida e o perguntar

entre o total e o resto
a curva e o caminho
o corrupto e o honesto
a estrada ou o ninho

entre o cedo e o tarde
o seguir ou parar
o desafinar e a harmonia
a saúde e o atrofiar

entre o douto e o agreste
o infenso e o amigo
o inspirado e o tosco
a verdade e a peta

entre todas essas coisas
eu escolhi ser POETA!


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home