E n v o l t u r a S

13 julho 2015

DOLORES

Dorme Dolores
amanhã se trabalha
é dia de esquecer as dores

separa aquela saia
aquela tingida de cores

Dorme Dolores
que em frente às janelas
há sonolentos sonhos

e o vento da macieira
te traz um bouquêt de flores

Dorme agora Dolores
que chove abundantemente
o adormecer destas dores

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home