E n v o l t u r a S

09 dezembro 2015

Histórias


Lá vai um cavalo adejo
sem pelego
sem esporas


já vai longe o cavalinho
cavalgando mundo afora


na garupa leva um anjo
cabelos soltos ao vento


meu poema se constrói
com essas coisas que invento

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home